PARAR, AVALIAR E PENSAR...

Aloha!

Apesar de antecipado, ontem foi dia do Pai na ETAMC...durante uma hora, todos os Pais tiveram oportunidade de desligar do mundo e acompanhar os seus filhos num treino de Kenpo. Resultado: Foi muito bom!!! Para mim pelo menos, que estou sempre do outro lado dos treinos, ter a possibilidade de sair mais cedo do meu trabalho, motivado e sem sentimento de culpa e durante uma hora inteira, estar focado apenas em brincar com o Sebastião, tirar partido desta iniciativa e principalmente partilhar com ele uma actividade que apesar de familiar, também é só dele...sem palavras. Muito bom! 


Hoje acordei a pensar nisto. A tecnologia favorece e simplifica a nossa comunicação e acesso à informação (e tudo o resto). Mas também acelerou o nosso ritmo de vida. É óbvio que os nossos filhos vão sofrer com isto. 

Estamos cada vez mais cansados, mais stressados, sem tempo para comer e com muito menos qualidade...com uma vida muito mais rápida e possivelmente sem aproveitar os bons momentos!


Mas isto somos nós...então e as crianças?

Bom, elas têm Ballet à segunda e sexta, Kenpo às terças e quintas e natação às quartas e sábados...para além da escola, dos trabalhos de casa e da explicação! 

Por vezes perdemos a nocção do que significa oferecer uma melhor educação aos nossos filhos. Queremos dar-lhes tudo o que não tivemos, e por vezes até achamos que lhes estamos a dar um futuro melhor. Acreditamos que eles estão felizes...mas na verdade estão cansados, impacientes, irritadiços, agitados, pouco atentos e sempre com pressa...

Para além disso, nós próprios trabalhamos 44 horas semanais e, portanto precisamos de mantê-los ocupados. 


Então o que fazer? Existe outra forma?

Parece haver, mas não estar à altura de todos! Como posso eu escolher um trabalho mais flexível ou uma carga horária menor? Isso não é possível...preciso do rendimento para manter o "estilo de vida"...bom este assunto dava um outro artigo...hoje quero focar-me apenas nas crianças!


Para as nossas crianças: Simplicidade!

> Simplifiquem os brinquedos e diminuam a quantidade. E que tal saltar à corda? Desenhar ou simplesmente ir para um parque infantil...

> Conversem durante o jantar. Um pouco cliché? Talvez, mas acho que vale a pena a dica...desliguem a televisão, o telefone, o iPad, o Facebook, etc...Liguem-se uns aos outros e comam devagar.

> Ler antes de dormir. Além de incentivar e treinar a leitura, aproxima-vos e cria um ritual ou vínculo. 

> Acabem com as actividades excessivas. O descanso também é necessário e positivo, ao contrário do que se acredita nos dias de hoje. Deixem as crianças brincar! Deixem-nas com a Avó, com uma Tia que os mime ou com um Tio brincalhão.

> Tente fazer pelo menos uma actividade ao ar livre durante o fim-de-semana. Um parque infantil, um jardim público, uma praça...enfim, o que a sua localidade lhe oferecer!


Se para cada uma destas linhas tem uma desculpa, pense nisso...é uma desculpa! Não leia o que escrevi, de forma literal...olhe para o conceito! Procure soluções e trabalhe com objectivos definidos.

Se ao contrário tudo isto lhe pareceu óbvio e simples, nada de novo? Perfeito, mas avaliem e sejam sinceros...fazemos mesmo isto tudo? De forma continuada? Com cadência e consistência? 


Bom fim-de-semana...