5 FORMAS PARA CULTIVAR O AUTO-RESPEITO

Aloha,

Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer todas as mensagens de feedback ao nosso último post. Depois de analisar as vossas perguntas, partilhas e desabafos, eis que venho esta semana publicar uma resposta colectiva, dando apenas a minha opinião, daquilo que está em falta para conseguirem vencer, ir mais além, ter sucesso...o que for que isso significa para cada um de vós individualmente. 

5 FORMAS PARA CULTIVAR O AUTO-RESPEITO

> Pára de te comparares a outras pessoas! Não é nem nunca será justo. Foca-te em ti próprio e no teu desenvolvimento pessoal.

> Acaba com toda e qualquer conversa negativa. É um hábito terrível, que não te leva a lado nenhum.

> Um ambiente calmo e "clean" ajuda a manter uma mente igualmente clara e arrumada. Respeita o teu espaço. 

> Mantém-te fiel aos teus objectivos. Cada um de nós merece experiênciar a sua própria integridade e lealdade. Sê leal e verdadeiro para contigo próprio...

> Arranja tempo para ti próprio. Tempo sozinho, para fazeres o que gostas, é um excelente caminho para ganhares auto-respeito.

Uma vez mais, grato pelas vossas mensagens. Não respondi individualmente a todas, mas aqui fica uma resposta abrangente. 

Até para a semana...



8 HÁBITOS PARA O SUCESSO

Aloooooha!!!

Mais uma Quinta-feira, mais um artigo no Blog...hoje o objectivo é partilhar com todos vocês aqueles que são, na minha opinião, 8 pontos fundamentais para o sucesso. Espero que gostem e principalmente que analisem a vossa realidade, entendam se algum destes pontos faz sentido para vocês, e caso seja essa a situação, que coloquem em prática. 

1. Ler diariamente

2. Acções diárias importantes

3. Fazer da saúde a tua prioridade

4. Aprender de pessoas que admiras

5. Planear o teu dia na noite anterior

6. Mantém os teus objectivos bem à tua frente

7. Agir sempre, principalmente quando a acção te provoca medo

8. Ter sempre presente um inspirador e poderoso "porquê"


DEFINIÇÃO DE MESTRE

Nos nossos dias, somos testemunho do aparecimento de muitos Mestres. No entanto, para entender o conceito de mestria é preciso primeiro entender que somos seres espirituais ou energéticos, que por alguma razão, estamos a ter uma experiência física; com isto quero dizer que a mestria se comprova através de actos. Um Mestre, reconhece-se, em primeiro lugar pelas suas obras, e para que essas obras se vejam, tem que haver muita prática. Só a prática permite aperfeiçoar a arte e dominar a técnica. Não esqueçamos que o aperfeiçoamento da técnica nos permite chegar a algo mais. O domínio desta é essencial, embora não seja suficiente para que alguém com prática seja chamado de Mestre.

A mestria tem a ver com um estado interior; não com o conhecimento, mas sim com o saber. Quando o conhecimento (técnico) e o saber (estado interior) se unem, aproximam-nos da mestria. Um Mestre é alguém que, quando é observado não perde o centro, não se perturba e não age em consequência dos factos externos. Há que saber ser, mais do que saber fazer e chega-se a isto através da busca do Ser.

Em qualquer prática, seja qual for, toda a atividade é válida para que o Homem passe o umbral da sua mortalidade e expresse o Ser. Pode ser através de uma arte marcial, do canto, da dança, da cozinha, de cuidar de um animal...

A Mestria é um estado interior conseguido através de uma grande prática que não procura nada; Tão só ser o Ser.



ESTÁGIO TÉCNICO PARA A CLASSE AVANÇADA

Realizou-se no passado Sábado, em Benavente, mais um Estágio Técnico, dedicado à Classe Avançada da ETAMC. Esta acção vem no seguimento de um grupo de estágios direccionados para uma reciclagem técnica necessária, dentro do contexto actual da Escola. Foram 5 horas de treino intensivo, onde foram abordados vários temas importantes para o entendimento desta Arte Marcial. 

Grato a todos os participantes pela sua disponibilidade e entrega.

Aloha & Mahalo nui loa

 

3 HÁBITOS SAUDÁVEIS QUE VÃO MUDAR A SUA VIDA

Quase todos nós, em algum momento da nossa vida, gostávamos de mudar parte da nossa vida. Deixo-vos aqui 3 hábitos saudáveis que o vão ajudar, seja qual for a mudança...

> Opte por diminuir o ritmo matinal e noturno. A primeira coisas que faz quando acorda, assim como a última antes de se deitar deverá ter sempre uma componente de ligação consigo próprio(a). Deverá criar um ritual matinal que defina o ritmo e a energia para o resto dia. Levantar-se mais cedo, praticar uma atividade física, ler uma página de um livro ou apenas ficar em silêncio com uma caneca de chá, fará toda a diferença. À noite, antes de nos deitarmos é igualmente importante desligar da atividade diária e recolher. Crie igualmente um ritual para se deitar. Poderá ser igualmente uma pequena leitura, um chá, um banho relaxante ou apenas um conjunto de exercícios de alongamento. Não importa o que seja, desde de que tenha o poder de o ligar com o seu interior.

> Pratique uma atividade física, no mínimo 3 vezes por semana. Analise a sua consciência e entenda se prefere uma atividade de grupo ou uma atividade individual. Qualquer que seja a sua preferência, não importa, desde de que comece e pratique. 

> Comece a planear! Não deixe que a sua vida aconteça por acaso. Faça no mínimo, um micro planeamento e um macro planeamento. No registo micro, escreva sempre as suas três principais tarefas do dia e complete-as antes da hora de almoço. No registo macro, escreva um objetivo mensal (que pode e deve ser parte de um objetivo maior), e programe diariamente, após cumprir com as três principais tarefas do dia, uma ação (maior ou menor, não interessa) que o vá ajudar a atingir essa meta mensal.