FACTOS IMPORTANTES NA DIETA DIÁRIA

Atingir e manter um peso saudável depende do nosso equilíbrio energético - as calorias que ingerimos têm de ser iguais às que despendemos. Muito se tem escrito sobre os melhores alimentos e as várias correntes, quase filosóficas, sobre como conseguir uma alimentação saudável. Eis alguns truques simples para ajudá-lo a chegar a um equilíbrio saudável, mas que raramente se vêm esclarecidos:

> Coma melhor | Num estudo com mais de 120 000 pessoas, levado a cabo pela Faculdade de Medicina de Harvard entre 1986 e 2006, verificou-se que um aumento nas porções diárias de legumes, cereais integrais, fruta, frutos secos ou iogurte tendia a resultar em perda de peso, enquanto batatas fritas, refrigerantes e carne vermelha levavam a aumento de peso a cada período de quatro anos. 

> Encolha o prato | Um prato menor leva o cérebro a "pensar" que contém mais comida. Segundo alguns estudos, quanto maior o prato, mais as pessoas se servem - e, perante porções maiores, as pessoas tendem a acabá-las.

> Aumente as proteínas | Num estudo australiano, foram servidas a 22 voluntários refeições com um teor de 10% de proteínas e depois outras com 15%. Nos dias de baixo teor proteico, os voluntários tinham mais fome e consumiam mais calorias no total (maioritariamente sob a forma de snacks pouco saudáveis). A conclusão é de que as pessoas compensam a carência de proteínas com mais gorduras e hidratos de carbono.  

> Coma devagar | Mastigue cuidadosamente e pouse os talheres entre cada garfada. Investigadores testaram os níveis de hormonas reguladoras do apetite em 17 voluntários enquanto comiam um gelado em 5 minutos ou ao longo de meia hora. Descobriram que comer depressa impedia a libertação de hormonas no intestino que nos fazem sentir saciados. 

> Aplique a regra dos 80% | É pratica tradicional em Okinawa o "hara hachi bu", comer até estarmos saciados a 80%. É o suficiente para nos saciar e evita que exageremos.