VISITA À ESCOLA DE VIENA DE AÚSTRIA

Foi com o coração cheio que chegámos ontem de Viena de Aústria ...
A escola foi fundada em 2006 e actualmente está sob a responsabilidade do Sensei Grex Reumuller.

O Sensei Grex e a sua esposa Meike tem uma adorável Ohana (muito jovem!) que apesar de nunca ter contactado directamente com a restante Ohana, segue pormenorizadamente os valores e as tradições do Lim Kenpo.

Inspirado pelo Professor Nuno Nunes, o Sensei Grex absorveu a essência do Lim Kenpo e transmitiu aos seus alunos uma cultura de respeito e amizade que vai muito além dos socos e pontapés !!!

A palavra que descreve este fim de semana é partilha! Foi uma partilha a nível técnico mas principalmente de experiências, vivências pessoais e desafios!

Muito obrigada à Ohana austríaca !
Esperamos revê-los em breve !
Aloooooha !



CONFIANÇA & INDEPENDÊNCIA

Desde que iniciei o projeto "Escola Tradicional de Artes Marciais & Curativas", já tive dois objetivos diferentes...o primeiro, logo ao início baseava-se unicamente na partilha da técnica em busca da perfeição e da maior eficácia possível. No entanto, aprendi rapidamente que não era esse o meu grande objetivo, não era isso que me movia. Aquilo que eu queria e quero até aos dias de hoje é influenciar pessoas a lutarem pelos seus sonhos, a não desistir daquilo que acreditam e que as faz felizes...

Com o tempo, aprendi que existem dois obstáculos superiores que nos impedem a todos de lutar pelos nossos sonhos:

1. Auto-estima
2. Independência

A nossa auto-imagem é sem dúvida o grande empecilho para o nosso desenvolvimento. Não acreditamos ser capazes, mas ainda mais grave, na maior parte das vezes, não acreditamos sermos merecedores de tal proeza!

Num segundo plano, com mais ou menos auto-estima o outro grande empecilho é sem dúvida a independência, seja ela económica, física ou emocional. 

Com esta consciência fui montando a nossa estrutura atual, de forma a colmatar estas duas necessidades ou limitações, com as ferramentas que tinha disponíveis, primeiro as artes marciais e mais tarde as artes curativas.

Com o Kenpo (artes marciais), tanto em crianças como em adultos, o principal objetivo é desenvolver a auto-estima, a confiança, colocando-os em confronto direto com as suas limitações e gradualmente ajudando a ultrapassar barreiras, aumentando assim as suas capacidades.

Com a Terapia Oriental (artes curativas), seja no ensino ou na clínica, o objetivo principal é desenvolver a independência física e emocional, ajudando a equilibrar o corpo e a mente. 

Ambos são trabalhos difíceis e ingratos! As razões são várias, ou porque os pais querem transformar os filhos em algo que eles não são, ou porque o aluno vai constantemente fugir do confronto consigo próprio...ou porque o paciente quer apenas tratar o sintoma e não entende a causa do seu desequilíbrio, ou porque o aluno não tem a disciplina necessária para fazer as alterações mínimas para corrigir as causas dos seus desequilíbrios...

O caminho é longo, mas a motivação está no sítio certo. Orgulho-me de todo este processo! Orgulho-me de todo este caminho...ora com menos apoiantes ora com mais apoiantes, ora com menos alunos ora com mais alunos, o caminho até ao infinito está assegurado, pelos motivos certos!

A Escola não tem como objetivos ensinar "Karate" nem tão pouco formar "cintos negros"...o nosso principal objetivo será sempre: criar pessoas confiantes e independentes para lutarem pelos seus sonhos!

Gratos pelo vosso tempo e disponibilidade...


CURSO BÁSICO DE CHI KUNG TERAPÊUTICO

Aloha a todos,

em Setembro deste ano, a ETAMC propôs mais um desafio individual e colectivo aos seus associados: Curso Básico de Chi Kung Terapêutico. Ontem, realizámos o segundo seminário desta iniciativa que se vai prolongar até Junho de 2019. O curso abrange temas como a teoria básica da medicina chinesa, chi kung, nutrição, fitoterapia

Esta formação é leccionada na íntegra pelo Professor Nuno Nunes e tem como foco principal: desenvolver as aptidões dos alunos a nível de consciência corporal e auto-conhecimento. Tem sido uma experiência enriquecedora e será seguramente uma viagem aliciante para todos!

Muito obrigada a todos!




CICLOS DIÁRIOS - JEJUM INTERMITENTE

O dia, tal como nós o conhecemos, tem aproximadamente 24 horas de duração. O mesmo está dividido em duas partes, 12 horas diurnas e 12 horas noturnas. O dia tem o seu início pelas 0h00 e atinge o seu auge pelas 12h00, altura em que começa a recolher até chegar novamente às 0h00, dando assim início a um novo dia...este conjunto de dias, transformam-se em semanas, meses e anos, de uma forma cíclica. 

Também nós, Seres Humanos, obedecemos a determinados ciclos. Apesar de não darmos inicio ao nosso dia pelas 0h00, temos igualmente dois ciclos de 12 horas em nós. Na grande maioria dos dias, não respeitamos este equilíbrio e não descansamos as 12 horas "noturnas", (Apontamento: Descansar não é igual a dormir), estando constantemente a esticar o ciclo diurno. No entanto, essa nossa escolha tem consequências diretas nas nossas vidas e principalmente na nossa saúde. Mas vamos deixar esse assunto para um outro post. Hoje importa falar de ciclos!

Assim sendo, o ciclo diurno do Homem, sub-divide-se em dois outros ciclos, que de forma leiga irei apenas chamar de "ciclo do movimento" e "ciclo metabólico". Havendo muito mais para falar sobre estes temas, importa para o conteúdo deste artigo definir que o "ciclo do movimento" tem o seu início ao acordar, quando saímos da posição de repouso e o "ciclo metabólico" aquando da primeira ingestão alimentar (tudo o que não seja água, inicia este ciclo).

Ora com isto dito, será fácil compreender que ambos os ciclos, podem ter inícios em timings diferentes, no entanto, ambos têm a mesma duração desejada: 12 horas de ação / 12 horas de repouso.

Assim sendo e na prática, o que pretendo dizer é que após a primeira ingestão alimentar do dia, damos início a um ciclo de atividade metabólica de 12 horas, onde devemos concentrar toda a nossa alimentação. Fazendo contas, se a minha primeira refeição for às 08h00 da manhã, a minha última refeição deverá ser pelas 20h00, perfazendo assim as 12 horas do ciclo? Errado! Se a primeira refeição for às 08h00 da manhã, a minha última refeição, dependendo da quantidade, deverá ser entre 17h30 e as 18h30, dando tempo ao metabolismo de fazer a digestão e para a partir das 20h00 entrar em modo de repouso absoluto. 

Resumindo, é por esta razão cíclica que muito se tem escrito e falado nos últimos tempos, sobre a importância do Jejum Intermitente. Na minha opinião, o "Jejum Intermitente", não é nada mais do que um nome, para nos ajudar a entrar em sintonia com os ciclos do nosso corpo, tal e qual o meu avô fazia...


Uma nota importante: Atenção ao stress!!! 
O stress com que vivemos hoje em dia é a causa de 90% dos problemas de saúde. As razões são várias e irei com certeza abordar este assunto em post's futuros, no entanto a presença de elevados níveis de cortisol no sangue, (consequência do tal stress), pode ser um fator limitador para a pratica do "Jejum Intermitente". Assim sendo, antes de começar com esta prática, por favor aconselhe-se com o seu Médico ou Terapeuta. 


O MITO DA MOTIVAÇÃO...

E aqui estou eu, mais uma semana, a falar sobre o mito da motivação...muito se tem escrito sobre motivação, inspiração, atitude, perseverança ou resiliência. No meu dia-a-dia é comum, os pais dos meus alunos falarem em motivação, constatarem que os filhos estão bastante motivados ou por outro lado, não estão nada motivados. Eu desafio todos a fazerem uma introspeção e a constatarem que todos nós, na nossa vida quotidiana, temos na verdade picos de motivação e inspiração. Uns ciclos duram mais tempo, outros podem ser mais curtos...pode haver uma razão exterior para essa motivação (ou desmotivação), ou pode haver uma razão interior/metabólica. Ora vejamos:

> Um dos grandes exemplos da motivação é a novidade. Se vamos fazer alguma atividade nova, que aparentemente nos agrada, enchemo-nos de motivação e vontade...ao fim de algum tempo, principalmente se essa mesma atividade requer uma prática constante para um aperfeiçoamento específico, a nossa motivação diminui face à realidade da prática versus a novidade inicial. 

> Outro dos exemplos mais comuns são os nossos níveis de cansaço. Se por um lado gosto imenso do meu treino e tenho vontade de ir...por outro lado, "não dormi nada esta noite e ainda por cima tive um dia terrível". Lá se vai a motivação!

Com isto quero apenas constatar que todos nós, crianças, jovens e adultos, somos seres cíclicos, com picos de motivação e entusiasmo, que ora estão em cima, ora estão em baixo...e está tudo bem. Nada na vida é permanente: a motivação e inspiração também não o são!

É por isto, que para mim, o atributo mais importante para qualquer um de nós desenvolver, o atributo que mais me interessa desenvolver nos meus alunos é a DISCIPLINA! 

Sim, a disciplina é o grande motor para tudo o que fazemos na nossa vida, de uma forma consistente. Sem disciplina não há consistência. Sem consistência as coisas simplesmente não vão acontecer...podemos dizer então que a consistência é a manifestação prática da disciplina. Independentemente do meu estado físico ou emocional, eu vou de forma consistente cumprir com o que defini, com o que precisa de ser feito, até atingir o resultado que espero...uma cria a outra:

DISCIPLINA = CONSISTÊNCIA = DISCIPLINA = CONSISTÊNCIA = DISCIPLINA 

Agora aqui é sem dúvida a cereja no topo do bolo...com disciplina nasce a consistência na ação. Com essa consistência, mais cedo ou mais tarde, aparecem os resultados, com os resultados cresce a nossa auto-estima, e quando mais auto-estima mais fácil será manter a consistência...quanto mais consistentes forem as minhas ações, mais disciplinado consigo ser.

A motivação vai e vem! A inspiração vai e vem! A disciplina é aquilo que te faz ir ao ginásio mesmo quando não tens motivação...a disciplina é responsável por fazer-te ir ao treino, mesmo depois de um dia de trabalho exaustivo...Disciplina, Disciplina e Disciplina! Tudo o resto vem depois...

No mercado de trabalho, não te podem impor disciplina direta, porque a disciplina é um valor e para que os valores ou princípios orientadores sejam verdadeiramente eficazes, têm de assumir a forma de verbos. Não pedimos mais "integridade", mas sim, "fazer sempre a coisa correta". Não pedimos "inovação", pedimos para "olhar para o problema de um ângulo diferente". Articular os nossos valores como verbos dá-nos uma ideia clara do que precisamos fazer...sabemos como agir em qualquer situação. Então não usamos "disciplina" mas sim "prazos limites" ou "consequências diretas", para impor essa disciplina...

A verdade é que muitos de nós, sem disciplina e sem motivação, guardamos até ao último momento para executar um grupo de tarefas, que depois, fazemos a correr nos últimos momentos, "inspirados" por essa dose de disciplina artificial chamada "consequência" ou "prazo". 

Com disciplina existe, programação, planeamento e execução, com muito menos stress...

Assim sendo, não se preocupem tanto com a motivação e foquem-se na construção de uma estrutura mental e física disciplinada! Esse é o meu maior foco no treino das Artes Marciais hoje em dia, ajudar os meus alunos a criar disciplina interna, daquela que não precisa de motivação exterior ou interior, disciplina de uma qualidade tal, que não se coloca a hipótese de não fazer...

Grato pelo vosso apoio, semana após semana.

Nuno Nunes


REFLEXÕES PARTILHADAS

Mais uma semana que passou e por isso, aqui fica mais um pensamento partilhado. Uma vez mais, muito obrigado pelo vosso apoio e pela forma como, semana após semana vão seguindo estas minhas partilhas...

A vida é cheia de desafios, podemos até dizer que a vida tem a sua "vida" própria...acontece momento a momento, sem pré-aviso ou mapa. No entanto, nós somos igualmente criaturas vivas, que evoluímos e aprendemos com a experiência. Desta forma, podemos não conhecer o futuro, mas baseado nas experiências passadas, conseguimos reunir estratégias para que esta nossa experiência seja mais simples e rica.

Deixo-vos 6 pontos de reflexão, que me acompanham à muitas "vidas":

> Ser coerente
Falar é fácil, qualquer um o faz...difícil é agir em sintonia com essas mesmas palavras.

> Construir um mundo melhor
Se cada Ser Humano ajudar a construir a felicidade alheia, finalmente teríamos um mundo onde a paz seria livre para reinar.

> A verdadeira sabedoria
O verdadeiro saber está em aceitar que não somos conhecedores de todas as verdades do mundo. Ter humildade para reconhecer que ignorância é um grande gesto de sabedoria.

> Acabe com os seus "monstros"
Adiar soluções é o mesmo que nutrir os vícios, fortalecendo-os com a constante procrastinação. Não deixe que os seus "monstros" cresçam, elemine-os de imediato para evitar que dominem por completo a sua vida.

> O Auto conhecimento é fundamental
Antes de julgar e "atirar pedras", esteja atento a examinar as suas ações. Será que é assim tão diferente da pessoa que está prestes a criticar?

> Adaptação
Não podemos ser rígidos com a vida, mas sim ter a capacidade de nos adaptarmos às mais diferentes situações. Nem sempre as coisas saem como planeamos, mas isso também não significa que devemos desistir. Reorganize e continue a caminhada!

Grato!