A ETAMC VISTA DE DENTRO...

Dedicação, lealdade e muito aloha resumem os 20 anos da ETAMC...
Em 1998, o Professor Nuno Nunes fundou a Associação Escola Tradicional de Artes Marciais & Curativas que actualmente conta com associados divididos pelas 3 vertentes: Lim Kenpo (kenpo karate havaiano), Lim Medicine (terapia oriental) e Lim Culture (dança havaiana e solidariedade/acção social).
Sediada em Benavente, a escola cresceu no panorama marcial em várias localidades do país: Benavente, Samora Correia, Bucelas, Salvaterra de Magos, Muge, Fazendas de Almeirim, Santo Estêvão, São Brás de Alportel, Estói e Santa Cruz da Graciosa.

Durante estes 20 anos, a ETAMC transformou-se numa estrutura que apoia alunos e famílias; desenvolve projectos de voluntariado; colabora com instituições e autarquias e, principalmente" cria pessoas independentes e confiantes o suficiente para lutarem pelos seus sonhos", Professor Nuno Nunes.
Somos uma escola tradicional em constante evolução onde se ensinam valores tradicionais e se valoriza o desenvolvimento pessoal. Somos também uma família que se reúne ao redor de dois mentores movidos pela paixão de partilhar, o Professor Nuno Nunes e a Renshi Ana Nunes. Para alguns de nós, o momento em que fomos aceites na ohana, foi também o momento em que a nossa vida ganhou sentido. Não existem lugares privilegiados, nem permanentes.Todos os dias há que lutar para sermos melhores do que fomos no passado e recebemos em proporção à nossa entrega. 

            ‘Ike Aku, ‘Ike Mai, Kokua Aku Kokua Mai; Pela Iho La Ka Nohana ‘Ohana

A experiência de 20 anos de aprendizagem revelou que, a mensagem a ser partilhada precisa de ferramentas adequadas à sociedade actual. Mantendo-nos leais ao método de ensino tradicional, a ETAMC melhora a cada dia as suas competências para integrar mais crianças, jovens, adultos e respectivas famílias. 
A prioridade são as crianças e os jovens! São as gerações mais jovens que irão assegurar a partilha de um legado que se pretende que seja vivo! Arte marcial viva, terapia oriental viva e cultura viva! 

Professor Nuno Nunes e Renshi Ana Nunes: Obrigada pela vossa generosidade! 

MAHALO NUI LOA